Tudo bem

tão de tudo
que o tanto
que aperta o peito
tão já sentido
daquilo
tudo bem

é tanto pra falar
do mundo
e seus absurdos
que arranha
com a saliva
que tenta descer
e tudo bem

tantos passos
e o tanto que sabe
que deveria estar
onde jamais esteve
e a dor que a noite traz
do mesmo lugar de sempre
tudo bem

tanta incoerência
de gente que perdeu
a hora de brincar
e ganhou
o cinza
a fumaça
os berros
a doença
o vazio
a seca
e toda a gente
que não aceita
de forma alguma
que não está bem

que tudo bem
não estar bem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s