Reza

a minha reza é pedir
pra ser assim

não quero mais
nem menos
nem outra
nem qualquer

quero isso
isso que é
que eu andei
e que eu escrevo
que virei
e quando vi
já tinha passado

a dor de um ponteiro
que corria
a noite que me sugava
os planos
o pôr do sol que me batia
sem medo
e mais o medo que se deitou
e dormiu ao meu lado-
o futuro que era passado

quero hoje
do jeito que é
passo doce
quase que tímido
que um dia cura
dá a mão pra tristeza
e respira fundo
com toda a destreza

(e uma estrada branca pela frente)

ela de hoje
que não seria
lição aprendida
se tivesse lutado
para se proteger
dos perigos de estar viva

a minha reza é gratidão
por ser

não quero mais
nem menos
nem outra
nem qualquer

quero a mesma morte vivida
luta perdida
batalha sofrida
entrega pra Deus
a sorte de um dia
voltar a seu eu

não mais
nunca menos
nem outra
ou qualquer

a minha reza é pedir
pra, simplesmente,
ter sido
novamente
assim

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s